segunda-feira, 10 de maio de 2010

ESPECIAL - "Minha mãe, meu s2"






Do hip-hop ao... Rock, o Clube Psicose fez uma seleção de músicas para lembrar aquela que nos colocou nesse mundo lindo {cofcof}. Se não por isso, por que não agradecer apenas por nos aturar?!

Começamos com Ozzy Osbourne, ‘Mama I’m coming home’. A música não tem muuito haver com o dia das mães, mas tem a palavra, acho que já é um começo [não?]. Enfim, a música era uma homenagem para sua mulher Sharon Osbourne, que era apelidada carinhosamente de “Mama” por Ozzy. E esse foi um dos poucos singles dele que chegou ao top 40 da BillBoard.

Em seguida vem Good Charlotte – do seu álbum de estreia – intitulado Good Charlotte {uau} com a música ‘Thanks you, mon’. E os meninos de Maryland incorporaram o Sérgio Malandro e colocaram essa faixa “escondida”. Eles deixaram um intervalo de mais de um minuto na música ‘Change’ que no final acaba com 8:36, ao invés, dos esperados 4:42. Suuuper malandros, ham.

‘Stacy’s Mom’ dos Fountains of Wayne são para as mães-gata, aquela que arrasta o quarteirão. Já que retrata as fantasias de um garoto que quer se aproximar da mãe bonitona de uma amiga. A música lançada em 2003 fez bastante sucesso chegando a ficar ao 21º lugar no top 40 da BillBoard e ser umas das primeiras músicas a ficar em primeiro lugar das ‘músicas mais baixadas’ do itunes music store.



A quarta faixa é da dupla OutKast, que em ‘Ms. Jackson’ fala sobre as problemáticas de um casamento e a realidade das sogras, através de um hip-hop alternativo que só eles sabem fazer. Depois temos ‘Surrender’ um dos maiores sucessos dos Cheap Tricks. Do hip-hop ao rock, voltamos com o hip-hop do rapper americano Ghostface Killah cantando ‘All That I Got Is You’.

Entramos no túnel do tempo e vamos até 1972 com a música ‘Your Mama Don’t Dance’ da dupla Loggins e Messina, a música teve outras versões, inclusive feita pela banda de rock metal Poison. Depois avançamos mais de uma década até 1983 com a banda punk rock Social Distortion, o álbum que tinha o mesmo nome da música, ‘Mommy’s Little Monster’, não emplacou comercialmente e foi reeditado inúmeras vezes. Em 1995 o rapper 2pac fez uma homenagem a sua mãe Afeni Shakur com a música ‘Dear Mama’, a música é considera uma das melhores canções de hip-hop de todos os tempos, inclusive, uma das melhores do 2pac.

Quatro anos depois um dos grupinhos mais famosos da época, Backstreet Boys, lançaram no seu CD ‘Millennium’ a música ‘The Perfect fan’. Com uma letra super profunda, “Porque, mãe, você sempre foi a fã perfeita” e “Em esperanças eu posso devolver-lhe e ser o filho perfeito”, mostram que foram mais do que graduados em “Minha mãe, meu s2”. No mesmo ano e justamente no mês das mães, Snoop Doog, lançou em seu CD a música ‘I Love my momma’. Podendo ficar em segundo lugar no nosso toptop depois dos boyzinhos da rua de volta {#marinapersonfeelings}.

‘I turn to you’ da Christina Aguilera é a típica música mão na roda que você pode por em qualquer homenagem, do papa ao cachorro, fala sobre uma pessoa que lhe dá apoio, que a ajuda (“In your eyes I know I'll find the light to light my way” – vou chorar, cara hahaha).



De novo nos anos 70, temos ‘I’ll always love my mama’ com The Intruders.

A música ‘Hey mama’, a penúltima música da playlist, do cantor Kanye West. Nela um garoto agradece a mãe tudo que fez por ele, super emocionante e uma das músicas mais bonitas dessa lista. West não escondeu as lágrimas ao cantá-la em seu primeiro show depois da morte de sua mãe em 2007.

Para fechar temos a música ‘A song for Mama’ do grupo Boyz II Men. Fez parte da trilha sonora do filme Soul Food, 1997, um filme que conta a história de uma família de afro-americanos através de Ahmad de 11 anos.

O Clube Psicose espera que vocês tenham curtido o especial ‘Minha mãe, meu S2’ e deixem suas sugestões para os próximos especiais!

FAÇA PARTE DESSA LOUCURA.

P.s.: Fotos do filme "Tudo sobre minha mãe" de Pedro Almodóvar.

Nenhum comentário: