domingo, 11 de julho de 2010

Huge

O mundo por muito tempo tem aturado uma ditadura da moda, onde ter uma cintura da largura de um braço e um braço da largura de um dedo é considerado algo bonito. Onde? Sinônimos de beleza com o seu requebrar de ossos, também demonstram o pouco de amor que as modelos sentem por si mesmas.
Em décadas distantes - época que eu nem sonhava em nascer, mas adoraria ter nascido – curvas e volumes eram bem apreciados e, além de transbordar saúde, as mulheres eram completamente sexy com seus seios fartos e quadris delineados. Hoje vemos uma barriga chata, com as costelas aparecendo, sem bunda, sem brilho... sem beleza.
(Talvez esteja sendo muito radical, as modelos são bonitas, modelos magras não são feias! Mas vamos convir que quando a magreza vira uma obsessão e único modelo a seguir, belo se torna feio)
Todo esse meu discurso politicamente correto, contra anorexia e bulimia no mundo da moda, tem por objetivo ressaltar a nova onda de modelos que vem por ai, as PLUS SIZE. Elas não cabem em calças trinta e seis, mas nem por isso deixam de esbanjar beleza.

E não são apenas as passarelas e os editais de moda que estão abrindo espaço para essas lindas mulheres. No filme Hairspray, a atriz principal Nikki Blonsky faz uma adolescente gordinha que sonha brilhar num programa de TV na década de 60, onde as mulheres também eram bastante estereotipadas. A leveza como Nikki dança e canta, encanta a qualquer um que assista ao musical.
Ainda posso citar inúmeros filmes como Bridget Jones, onde Rénee Zellweger teve que engordar alguns quilinhos para fazer o papel; ou Jennifer Hudson em “Dreamgirls”, chegou até a ganhar o Oscar, deixando Beyoncé no chinelo {rs}; Queen Latifah... Eu poderia ficar aqui horas!
Mas tudo isso foi apenas uma introdução, mas não vou me delongar mais. O canal americano ABC acaba de lançar o seriado Huge. Achei super interessante, porque finalmente eles deram espaço em um seriado para o que é a grande parcela da população americana, viciados em fast food e candies. Foram lançados dois episódios – você pode acompanhar por esse site VM series – e mostra o dia-a-dia de adolescentes que lutam contra obesidade em um acampamento. E mostra todo o transtorno que eles passam, uns buscam qualidade de vida, outros estão apenas querendo ser igual a garota da capa da revista teen.

Com o nome que significa Enorme, Huge, vem para mostrar que é preciso ter saúde e, principalmente, se aceitar.
=)

RECADO
Não deixem de participar da promoção do blog! =D 
Promoção QI - clique aqui

3 comentários:

garotaantenada disse...

Eu tb sou contra a ditadura das magrelas ..

Mas acho que podem colocar gordinhas bonitas nas propagandas, para a mulher se sentir próxima delas entende ?
Bjokas ..

Liceh disse...

Hoje em dia, vivemos em mundo onde metade das mulheres estão acima do peso. E nem por isso deixam de espanjar beleza!

Muitas mulheres acabam ficando tristes por não ter aquele corpo que o mundo chama de perfeito!

http://biquinhos.blogspot.com/

Beijos

εїз ViViAn ★ Sbrussi /(",)\ disse...

que belo post!

concordooooooo!
sou fã dessas garotas!

=D