sexta-feira, 23 de julho de 2010

Prom Night in Mississipi

O preconceito e a segregação racial vem há tempos impregnando a vida dos seres humanos. Um fato é que esses pensamentos são cada vez mais escasso ou ao menos não tão evidente. Mas essas poucas evidências e a própria escassez são sinais de que essa história ainda não acabou.
 Até 1954, nos EUA, as escolas eram separadas. Brancos estudavam em uma e negros em outra. Uma lei do supremo tribunal ordenou a integração de todas as escolas segregadas nos Estados Unidos, incluindo todos os seus eventos. Uma imposição que foi muito difícil de ser aceita pelos países sulistas, marcados pela escravidão e um conservadorismo extremo.
A HBO mostra um documentário chocante de como esse conservadorismo ainda persiste em segregar. Na cidade de Charleston, Mississipi, a lei da integração só foi totalmente, ou posso dizer, parcialmente, acatada em 1970, quando finalmente, permitiram os negros a entrarem no ensino médio. Porém, apesar dessa “integração”, os famosos bailes dos colégios americanos, ainda mantiveram a política de segregação.

Em 1990, o ator, Morgan Freeman, fez uma oferta: ele pagaria a festa, contanto que fosse uma só, com negros e brancos. Era de se esperar que após duas décadas estudando nas mesmas salas, o pedido fosse aceito com gratidão e simbolizasse uma nova era. Mas não. Só em 2008, quando o ator voltou a fazer a oferta, a diretoria e alguns pais aceitaram. Os outros pais de alunos brancos impediram que seus filhos fossem ao baile integral, ainda realizaram um baile a parte.
Um documentário que trás mais que informação, uma lição de vida. Vale realmente a pena ser assim? Tudo por uma tradição mesquinha [para não dizer coisa pior]?

Prom Night in Mississipi, veja as fotos do baile e saiba mais. O primeiro baile entre brancos e negros nessa cidade, aconteceu só há dois anos. 

É difícil acreditar, que em pleno século XXI, esse tipo de situação ainda exista. O engraçado é que vemos pequenos preconceitos todos os dias e só nos espantamos quando algo maior é esfregado na nossa cara. 

P.s.: O filme Duelo de Titãs, com o Denzel Washington, é um filme que retrata o período em que a lei da integração foi aprovada. Um ótimo filme, também, que faz pensar sobre esse assunto!

5 comentários:

Sweet Princess disse...

Parece ser bem legal e interessante...vou procurar para ver...valeu a dica flor

bjokas

http://thingsland.blogspot.com/

Camila Monteiro disse...

Poxa vida Dani, to arrepiada aqui com esse post!
É exatamente isso que ta faltando nos blogs nao é? lembra da nossa conversa de ontem? CONTEUDO. Pelo amor dedeus... precisamos mudar de assunto ne?
Amei amei amei... to pensando em fazer um post sobre preconceito e com certeza linkarei esse post no meu blog!
beijao

Penso, Logo Briso! disse...

Preconceito PDP =/
o pior é pessoas que são preconceituosas com elas mesmas!

volteiiii
meu pc tava ruim =/

beijos flor
Bom FDS
Jéssica
http://www.penso-logobriso.blogspot.com/

garotaantenada disse...

Acho ridiculo o preconceito racial que existe nos EUA eles tratam os negros com inferioridade, existe até bairros só de branco e só de negros, como se a pele alterasse algo em cada uma de nós .

Ana_carool disse...

Aceita parceria com o meu blog??

blogloucamistura.blogspot.com